Atualizado 19/03/2019

The Jacksons apresentam sucessos da Motown em Porto Alegre nesta terça

Trio cantará hits como “I’ll Be There”, “ABC” e “I Want You Back” a partir das 21h, no Auditório Araújo Vianna

Pela primeira vez na carreira, o grupo The Jacksons faz show em Porto Alegre nesta terça-feira. A apresentação da "banda de família" que lançou Michael Jackson ao mundo – e à fama – ocorre a partir das 21h no Auditório Araújo Vianna (Avenida Osvaldo Aranha, 685) e sem um dos integrantes na ativa. Jermaine, de 64 anos, não poderá comparecer por motivos de saúde. Assim, Tito, Jackie e Marlon prometem um tributo ao Rei do Pop com vários hits, como “I’ll Be There”, “ABC” e “I Want You Back”. Conforme o primeiro deles, a sensação de subir ao balco 30 anos após o lançamento do último álbum e ver que algumas de músicas têm um apelo atemporal é incrível.

"Acho que temos que creditar isso a todo conjunto, porque gravamos essas músicas há muito tempo e elas ainda fazem certo sucesso hoje. Temos boas músicas, com uma boa batida e com bons refrãos. Isso acontece com muitas canções e artistas do passado, porque coisas boas do passado duram para sempre", afirma ao Correio do Povo por telefone.

Em 1997, os Jacksons entraram para o Rock And Roll Hall of Fame em cerimônia apresentada por Diana Ross. Em 2012, se reuniram para a primeira turnê em quase três décadas, a Unity Tour, a primeira sem o irmão Michael. Só agora vêm ao Brasil, onde prometem revisitar toda a carreira. "Não sei por que demorou tanto para virmos, são cirscunstâncias. Mas estamos muito felizes de poder mostrar ao público que nunca nos viu ao vivo tudo que fizemos", celebra. Os ingressos custam entre R$ 350 e R$ 800.

História

A trajetória dos Jacksons se confunde com a história da música americana. O grupo formado pelos irmãos marcou gerações faz parte do Rock and Roll Hall of Fame e tem cinco álbuns número 1, 18 faixas que atingiram os topos das paradas norte-americanas, 17 álbuns no Top 10, além de 17 singles no Top 40. Tudo começou quando, em 1962, o pai Joseph Jackson reuniu os filhos Jackie, Tito e Jermaine a dois garotos da vizinhança, Milford Hite, na bateria, e Reynaud Jones, nos teclados, para criar um número musical que chamou de The Jackson Brothers.

Em 1964, o caçula Michael e o irmão mais velho, Marlon, entraram para o grupo, que começou a participar de shows de talento e a tocar em bares da cidade de Gary, Indiana. O grupo passa a se chamar de The Jackson 5 e, dois anos depois, Michael assume o vocal principal e se destaca nos shows. Logo eles assinam com a gravadora Steeltown e lançam o primeiro sucesso, a canção "Big Boy". Apesar de muito jovens, o talento e as apresentações repletas de energia, tanto na música como nos passos de dança, chamaram a atenção de Gladys Knight & The Pips e Bobby Taylor & The Vancouvers que apresentam o grupo para o chefão da Motown, Berry Gordy.

O lançamento do primeiro álbum, "Diana Ross Presents The Jackson 5", foi um sucesso de público e crítica e se tornou um sucesso mundial. Nos anos seguintes, lançaram grandes sucessos, até hoje lembrados pelo público, como: "I´ll Be There", "ABC", "I Want You Back", "The Love You Save", que ocuparam os primeiros lugares da parada americana. Além de "Never Can Say Goodbye" e"Mama’s Pearl", de 1971, "Lookin’ Through the Windows", de 1972, "Get It Together", de 1973, e "Dancing Machine", de 1974.

Pela Motown, o The Jackson 5 gravou 11 álbuns que venderam mais de 110 milhões de cópias em todo o mundo, além de discos solo de Michael, Jackie e Jermaine. Em 1975, os irmãos assinaram com a CBS Records e pouco tempo depois se transferiram para a Epic Records, onde tiveram mais liberdade criativa e mais lucros. Jermaine foi substituído por Randy, e o grupo passa a se chamar The Jacksons. Entre 1976 e 1984, eles gravaram mais seis álbuns e fizeram grandes excursões pelo mundo.

Com as canções "Show You the Way to Go" e "Enjoy Yourself", de 1976, "Blame It on the Boogie", de 1977, "Shake Your Body (Down to the Ground)", de 1978, e "Can You Feel It" e "This Place Hotel", de 1980, os Jacksons continuaram nas paradas. No ano seguinte, surgiu o álbum ao vivo The Jacksons Live e decidiram fazer uma pausa.

Em 1984, lançaram o disco "Victory" com o sucesso "State of Shock" gravado por Michael  com a participação de Mick Jagger. No mesmo ano, Jermaine regressou ao grupo para a turnê Victory, promovida por Don King, conhecido empresário do boxe. A turnê, na época a mais rentável  da história, aconteceu de julho a dezembro e marcou a despedida de Michael Jackson do grupo. O último álbum lançado foi "2300 Jackson Street', de 1989, e, com a saída de Marlon, o grupo encerrou as atividades.

Fonte: cp
© Copyright 2017 - Rede Nossa Rádio, Todos os direitos reservados Desenvolvido por HZ Soluções